04/03/2015

Baguette francesa {o regresso às mãos na massa}

Já não me lembro da última vez que fiz pão. O reduzido espaço da banca da cozinha está tão ocupado que a máquina de fazer pão está recolhida há vários meses. O tempo e descontração que gosto de ter para este ritual que é fazer pão também não tem abundado e assim se vão passando as semanas e meses. Sei que passou muito tempo desde a última vez que tive oportunidade de pôr as mãos na massa e perfumar a casa com este aroma inconfundível.


 
Já fiz várias receitas de pão e entre as minhas preferidas estão este e este, todos eles feitos à mão. Talvez por isso sejam as minhas preferidas. Se calhar pergunto ao senhor cá de casa e a opinião não é a mesma. Mas pôr as mãos na massa é acrescentar ao pão alguns dos ingredientes mais especiais e únicos, o carinho e amor com que estou ali durante aqueles momentos a amassar e dar-lhe forma.
Não consigo encarar o processo como penoso, antes pelo contrário, para mim é até um pouco terapêutico. Por momentos não penso em mais nada, apenas no que estou a fazer. E isso é bom! Os problemas ficam fora da cozinha, longe dos meus pensamentos que estão ocupados a enviar boas energias para o meu pãozinho!
A receita é simples, muito simples e o toque perfeito é dado por aqueles tabuleiros perfurados e arredondados, que dão aquele formato característico do pão de baguette. Comprei-o no Jumbo e estava esquecido no armário há bem mais de um par de meses. Numa destas tardes de arrumações encontrei-o e já nem o coloquei no sítio ou não fosse esquecer-me novamente por outro tanto tempo.
Ingredientes:
500 g de farinha T65 sem fermento
10 g de sal
10 g de fermento de padeiro seco
370 ml de água fria
azeite para untar a taça

Misture o fermento na água. 
Numa batedeira com varas de espiral, deite a farinha e o sal. 
Junte lentamente a água com o fermento e deixe amassar durante 10 minutos.
Unte uma taça de metal ou vidro com azeite e transfira a massa para lá. Cobrir com película aderente e deixar levedar até duplicar de tamanho.
Transfira a massa para a banca enfarinhada e proceda do mesmo modo que nesta receita.
Estique os rolos para formar a baguette e transfira para o tabuleiro perfurado. Se não tiver, faça uma cama com papel vegetal. 
Enfarinhe a superfície da baguette, cubra com um pano e deixe levedar novamente.
Ligue o forno a 200ºC e coloque um tacho ou frigideira de ferro no fundo do forno.
Depois de ter levedado, faça uns golpes na superfície da massa, com uma faca muito afiada.
Coloque o tabuleiro das baguettes no forno e deite um copo de água na frigideira que está no fundo do forno. Este procedimento vai fazer com que se crie um abiente húmido dentro do forno que irá contribuir para aquela crosta estaladiça e deliciosa!
Deixe cozer durante 30 minutos. 
Retire e sirva quente com manteiga!





6 comentários:

Marmita disse...

Que maravilha.. Adoro a bela da baguette, não fosse eu meia Francesa :D A minha preferida tem mesmo esse aspecto, tenho de ir ver dessas formas para fazer a tua receita, adorei a partilha.

ashley leo. disse...

Que maravilha!

Clara Brito disse...

Adoro pão caseiro.
As tuas baguetes ficaram com um aspecto delicioso.

Beijinhos,
Clarinha

http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2015/03/velvet-de-limao.html

Susana Machado disse...

So ppodem ter ficado uma delicia!
Beijinhos,
http://sudelicia.blogspot.pt/

Su M disse...

Vera e que aspeto absolutamente guloso! Uma baguete destas barrada com manteiguinha era coisa para me deixar bem feliz o resto do dia.
Beijinho

Lia Teixeira disse...

Nem podias publicar nada mais do meu agrado querida vera,
Pois baguette é algo que adoro e nunca fiz acreditas?
Tenho esses certinhos com furinhos ali há tempos guardados e ainda não me predispus a fazer a tão amada baguette. Quem sabe agora vendo estas tuas me sinta mais motivada...
Beijinhos linda,
Lia.

Posts relacionados Plugin for WordPress, Blogger...
blog design by WE BLOG YOU