12/02/2015

Risotto de abóbora e brócolos

Não é um prato para dias de pressa, é verdade. Mas há sempre exceções, há aqueles dias especiais e que merecem mais dedicação. 
Um risotto não é um prato de arroz qualquer. Para mim, muito do seu sabor e cremosidade são adquiridos com o namoro entre a colher de pau e os grãos arredondados do arroz carnaroli. Normalmente a minha mente viaja enquanto estou encostada ao fogão naquele ritual que é preparar um bom risotto.

 
O caldo que usamos para ir acrescentando à medida que o arroz vai pedindo, é decisivo e determinante para o resultado. Por isso é que guardo sempre os ossos do espinhaço da galinha ou frango do campo religiosamene no congelador para estas alturas. Para os risottos vegetarianos adoro usar caldo de galinha. É muito fácil, basta colocar numa panela os tais ossos, alho francês, cenoura, cebola, louro, salsa, dois dentes de alho e água. Deixar ferver por alguns minutos e manter quente em lume brando.
Duvido que alguém não saiba preparar um risotto!
Ingredientes:
arroz caranoli
100 g de abóbora
1 cebola média
1 brócolo
queijo parmesão
caldo de galinha caseiro
vinho branco de boa qualidade
flor de sal

Preparação:
Arranje a abóbora e corte-a aos cubos todos do mesmo tamanho.
Lave os brócolos e separe os raminhos. Leve-os a cozer em água temperada com sal. Deixe levantar fervura e deixe cozer com o tacho destapado durante cinco minutos. Escorra e coloque de imediato em água bem fria ou gelada. Deixe escorrer novamente e reserve. 
Pique a cebola finamente.
Deite um fio de azeite num tacho e junte a cebola.Deixe cozinhar em lume brando, para que não ganhe cor.
Junte a abóbora aos cubos e deixe cozinhar durante alguns minutos, até começar a ficar macia. 
Acrescente o arroz e deixe-o fritar ao mesmo tempo que absorve o sabor da abóbora.
Refresque com um pouco de vinho branco (não mais que meio copo), mexa e deixe-o evaporar.
No momento em que o arroz começa a ficar seco, junte uma concha de caldo de galinha quente. 
Continue a mexer e vá acrescentando caldo à medida que o arroz o vai absorvendo.
O arroz demora cerca de 18-20 minutos a cozer. Cinco minutos antes do final deste tempo, junte os brócolos cozidos.
Quando o arroz estiver cozido, retire o tacho do lume e junte o queijo parmesão. 
Prove e verifique se o sal do queijo é suficiente. Se necessário, tempere com flor de sal.
Sirva de imediato.



8 comentários:

Tertúlia da Susy disse...

Mas que delícia esta!

Lua disse...

Que belo risotto!
Bjs

Diogo Marques disse...

Maravilhoso! Ficou perfeito!
-
Diogo Marques
Blog: A culpa é das bolachas! | Facebook | Instagram
-

Cátia disse...

Que aspecto maravilhoso e saudável! Adoro risotto mas ainda não me aventurei a fazê-lo em casa, acho que está na altura! Receita guardada ;)

Lia Teixeira disse...

Eu adoro risottos Vera e tal como tu, adoro o ritual de prepará-los e sim, o caldo utilizado é fundamental para qualquer prato que o leve e, para o risotto em especial.
Amei esta tua combinação!!
Um beijinho,
Lia.

Lia Teixeira disse...

Eu adoro risottos Vera e tal como tu, adoro o ritual de prepará-los e sim, o caldo utilizado é fundamental para qualquer prato que o leve e, para o risotto em especial.
Amei esta tua combinação!!
Um beijinho,
Lia.

Susana Machado disse...

belo prato!
Beijinhos,
http://sudelicia.blogspot.pt/

Ondina Maria disse...

A minha mente viagem sempre que como um risotto preparado pelo Vel :)

Posts relacionados Plugin for WordPress, Blogger...
blog design by WE BLOG YOU