16/09/2014

Importante - Pedido de Atenção - Giveaway

Têm surgido algumas dúvidas em relação à validação das entradas neste Giveaway pelo que peço que, além das partilhas deste post, verifique a sua entrada neste link:

https://basicfront.easypromosapp.com/promotions/166144

Se tiver dúvidas, não hesite em colocá-las.

Por favor não deixe de verificar e confirmar a sua  participação porque não quero que nenhum dos participantes fique excluido por algum mal entendido.

15/09/2014

Giveaway - 3º Aniversário "Hoje para jantar..."

Setembro é um mês de especial. É o mês do re-começo e traz com ele uma lufada de ar fresco num ano que já vai a chegar ao fim. É o ponto de viragem e início de um novo ciclo. É o momentos do balanço das promessas feitas no início do ano. É o mês das decisões, ou de muitas decisões. É o mês em que começou a aventura... É o mês em que este blogue nasceu!
E este ano, para assinalar a data, tenho para oferecer esta linda Caçarola Redonda Ametista de 24 cm e a Espátula de silicone Le Creuset.
As caçarolas Le Creuset são ainda hoje feitas artesanalmente, com os melhores materiais daí que a sua garantia seja vitalícia. Essencial em todas as cozinhas, esta caçarola de ferro é perfeita para fazer cozidos, estufados em lume brando {lembrando-nos o sabor dos cozinhados das nossas avós!}, assados ou até bolos e pão. 
Acho que não preciso de dizer mais nada para vos aguçar a vontade de a ganhar, pois não?

Para se habilitarem a ganhar este prémio basta:

* Fazer like na página Le Creuset Portugal
* Fazer like na página do Hoje para jantar...
* Partilhar este post publicamente no facebook
* Tagar um amigo neste post no facebook

O sorteio será válido para Portugal e ilhas, sendo feito por random via Easypromos pela Le Creuset.
Poderá participar até dia 30/09/2014 às 22.59h.

Porque um blogue não faz sentido se não tiver leitores, esta é a minha maneira de vos agradeço por estarem desse lado e por continuarem a ler as minhas partilhas. Faço-as com o coração, tal como este Giveaway. 
Porque mais importante do que ganhar, é partilhar! 

Desejo-vos muita sorte! ♥

Nota:
Porque tenho recebido algumas questões e percebi que há algumas dúvidas no passatempo, por favor confirme a sua entrada ou participação neste link.


14/09/2014

Próximo Workshop "Mundo do Bacalhau"

Setembro é mesmo o mês "back to work"! 
Terminam as férias, recomeçam as aulas e nós, por aqui, regressamos à aventura. A uma aventura de que já vos falei aqui mas que por causa das férias acabou por ser adiada. 
Como o prometido é devido, em parceria com a Lugrade, preparámos um Workshop muito especial "Mundo do Bacalhau", que será composto por uma visita guiada à unidade de produção de bacalhau da Lugrade, em Taveiro (Coimbra), uma formação sobre a sua demolha e no final, a realização de três receitas e a sua degustação. 
O valor de incrição neste Workshop é de 25 euros por pessoa e dá direito, além do que descrevi anteriormente, a um pack* constituido por: 
- 1 Bacalhau Graúdo Islândia 
- 1 Embalagem de sames de bacalhau
- 1 Embalagem de Línguas de Bacalhau 
- Avental Lugrade

*(O valor do pack é 30 euros) 

O Workshop é dia 27 de Setembro e está limitado a 15 vagas. A inscrição pode ser feita aqui.
A participação de crianças é gratuita!

Ementa da semana

Post soundtrack ♪
Esta é uma semana especial. O regresso às rotinas e a tudo o que estas implicam. Não que seja mau, mas é diferente. Gosto de férias, da tranquilidade de não ter horários para cumprir mas estranhamente gosto de regressar a esta rotina dos dias, das planificações e das organizações. No fundo sempre fui assim. Os meus cadernos estavam sempre magníficos no início do ano mas notava-se perfeitamente quando o cansaço começava a apertar. A motivação acabava por esmorecer... Por isso é que é bom parar, pausar, ou simplesmente abrandar para depois regressar com energia boa e positiva.
Com o regresso às aulas chega a preocupação dos lanches escolares e da alimentação saudável e variada durante a escola. Nos lanches do principezinho há sempre pão fresco (centeio, sementes, integral ou de leite caseiro), fruta fresca (ou tomate) e iogurte. O maior segredo é variar para que vá comendo de tudo mesmo que para isso seja necessário "ceder" ou dar um mimo em troca. Refiro-me a preparar-lhe um lanche especial no final da semana (cachorro com alface e tomate ou pão com ovo que ele adora). É tudo uma questão de levar a coisa com calma e alguma imaginação. 
Para os jantares da semana fica esta ementa:

Terça-feira: Massada de bacalhau

Lanches escolares:

Bolo de domingo:

Para pequenos almoços rápidos durante a semana veja aqui.
Não se esqueça de comer sopa a todas as refeições, fruta e legumes! 

Boa semana!



07/09/2014

Flor da Rosa - Alentejo

O último dia de férias deste Verão 2014 foi especial. O destino foi o último dia do Festival do Crato para ver a banda preferida do principezinho, The Hives. Sim, é isso, não me enganei. Porque no carro nunca andaram musicas de criança e de alguma forma esta banda mexeu com ele e nunca na minha vida, nem na adolescência, ouvi tantas vezes o mesmo álbum. E se esse é um feito difícil, imaginem a quantidade de vezes que este álbum rodou... Era entrar no carro e lá estava ele: "Mãe, podes pôr a música do rock and roll?" Sim, que ele só aprendeu o nome da banda há pouco tempo!

Assim, saímos do Algarve depois de uns mergulhos na piscina e rumámos ao Alentejo. Não tinha noção mas um já ali pode querer dizer 7 km de reta!
A chegada ao Crato foi tardia e almoçar foi uma verdadeira aventura...
Depois do almoço, fizemos um passeio por Flor da Rosa e pelo Mosteiro. O Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa foi mandado eregir por D. Álvaro Gonçalves Pereira, Grão-Prior do Hospital e pai de D. Nuno Alvares Pereira. Neste Mosteiro está instalada uma das muitas Pousadas de Portugal
Numa das salas envolventes ao claustro do Mosteiro está instalado um Núcleo de Escultura do Museu Nacioal de Arte Antiga e é possível admirar um conjunto de 35 esculturas em pedra, de temática Mariana, executadas entre os séculos XV e XVII. Fiquei absolutamente fascinada com a beleza de  algumas destas esculturas. 
Por umas escadas íngremes, subimos até à torre sineira e tocámos no sino. A vista é maravilhosa (mas a estadia foi curta porque o rapazinho tem vertigens).
Por toda a aldeia era possível encontrar espantalhos que fazem parte de um concurso anual. 
O principezinho achou imensa graça porque viu um senhor em busca de um tesouro... e encontrou-o! (Geocaching)

Foi uma tarde cheia de aventura, com direito a sesta ao ar livre para recuperar energias para a primeira noitada do rapazinho. 
O Crato aderiu em peso ao festival e era ver pessoas dos 8 aos 80, familias, carrinhos de bebé e bebés em slings com protetores nos ouvidos, num ambiente super agradável.
Quanto ao meu rapazinho, foi vê-lo saltar cada vez que os acordes soavam a uma das músicas do seu álbum favorito. 

Valeu muito a pena, e é certamente um momento para recordar. Ele e nós!

Foram assim as nossas férias de Verão 2014!

Se não leu, pode ler o resto aqui e aqui.

03/09/2014

Cataplana de Frutos do Mar em Vilamoura

O convite chegou por parte da Essência do Vinho, para um Festival onde os cabeça de cartaz seriam o peixe e marisco. Só mesmo se não conseguisse fazer uma ginástica enorme é que não aceitaria ainda mais porque estes seriam cozinhados na nossa cataplana. 
Rapidamente percebi que coincidiria com a minha última semana de férias e assim o desvio seria menor. Além do mais, todas as desculpas são boas para ir até ao sul, ao sol e ao mar sereno.
O Festival Peixe, Marisco e Cataplana no Casino decorreu de 22 a 31 de Agosto nos jardins do Casino de Vilamoura e contou com a presença de vários restaurantes onde era possível desgustar propostas tradicionais ou contemporâneas, num ambiente muito cosy. Ao longo da semana foi possível assistir a showcookings de vários Chefs: Tiago Bonito, do Vilalara Thalassa Resort, Leonel Pereira, do restaurante São Gabriel, Osvalde Silva, do restaurante Pescador, Hotel Sheraton Algarve e Rogélio Jorge, do restaurante Moiras Encantadas assim como várias aulas de cozinha. Foi para dar uma destas aulas que fui convidada e estive na cozinha Silampos, equipada pela Teka.

Tive o prazer de conhecer a Margarida Conduto que participou no Masterchef e comprovei que a simpatia que tinha por ela durante o programa tinha razão de ser. Além disso, provei pela primeira vez o xarém (sobre o qual já tinha ouvido opiniões muito distintas!) e fiquei fã! O arroz de lingueirão estava igualmente delicioso mas o nosso favorito foi sem dúvida o seu hambúrguer de salmão em bolo do caco. O principezinho estava radiante porque adora salmão e como qualquer criança nesta idade, descobriu o fascinio pelos hambúrgueres!
Para a aula escolhi uma cataplana de frutos do mar que chegaram fresquinhos da ria formosa em água natural. Quando se tem os melhores ingredientes e neste caso, o melhor acessório para cozinhar, não é preciso muito para que o resultado seja excelente!

A origem da cataplana é controversa, há quem defenda que chegou do Norte de África mas o que interessa é que a cozinha tradicional algarvia usa-a como nenhuma outra cultura. 
Para quem tem a preocupação de comer mais saudável, o uso da cataplana é uma escolha acertada porque nela é possível cozinhar com pouca gordura sem comprometer o sabor dos alimentos. A cataplana, com a sua tampa, permite que todos os vapores e sucos da confeção sejam aproveitados, minimizando a perda de nutrientes. O método de confeção lenta num ambiente fechado como a cataplana conserva todos os sabores e aromas dos alimentos. Pode ser usada para cozer, saltear, estufar ou guisar e pode ser encontrada em cobre ou em inox. 
Para esta aula, contei com a ajuda preciosa do Guilherme que estava na assistência e além de gosto tinha imenso jeito para a cozinha!

Cataplana de Frutos do Mar
4 cebolinhas (spring onions) ou 1 alho francês
3 dentes de alho
1 tomate coração de boi bem maduro (150 g)
500 g de mexilhão
500 g de berbigão
500 g de ameijoas
300 g de lulas pequenas
300 g de chocos pequenos com tinta
pão alentejano
caldo de peixe 
azeite
sal 
1 malagueta (opcional)
salsa e coentros
1 limão

Deite um fio de azeite na cataplana e junte as cebolinhas e o alho picados. 
Deixe refogar durante uns minutos, até que a cebola comece a ficar macia.
Junte o tomate cortado aos cubos e a malagueta sem sementes.
Deixe cozinhar até o tomate ficar desfeito e cremoso.
Junte duas conchas de caldo de legumes e deixe levantar fervura. 
Junte as lulas e os chocos, assim como algumas das bolsas de tinta dos chocos. 
Tape a cataplana e deixe cozinhar durante 10 minutos. 
Retifique o tempero e se necessário, junte uma pitada de sal.
Verifique se tem líquido suficiente no fundo da cataplana senão acrescente mais uma concha de caldo. Disponha o mexilhão, as ameijoas e o berbigão, tape a cataplana e deixe cozinhar até estes abrirem.
Retire, enfeite com salsa e coentros picados e limão aos quartos. 

Sirva com pão alentejano torrado, com um fio de azeite. 

Acompanhe com uma Super Bock artesanal!

Estas foram as melhores férias dos últimos tempos! Pode ler mais aqui e aqui.

02/09/2014

Agosto 2014 {Parte I}

 Agosto passou num ápice. Habitualmente não tiro férias neste mês mas este ano, por força das circunstâncias, fui "obrigada" a tal. Ou seja, estive de férias no final de julho e voltei a estar no final de agosto. Com o principezinho de férias da escola, as semanas passaram a correr e eu na mesma correria entre o campo e a cidade. Uma corrida boa que me fez desligar, me obrigou a descontrair e levou a que o meu espirito se mantivesse leve e em modo de férias mesmo quando estive a trabalhar. Já não tinha um verão tão incrível desde que terminei o secundário. Neste momento, sinto-me com força para enfrentar tudo e dificilmente alguém me conseguirá tirar do sério [por isso nem vale a pena tentarem!] 
Claro que o blogue sofreu com esta agitação e os posts foram raros mas sempre feitos com muito carinho!
Hoje venho partilhar com vocês como foram estas férias de agosto. Numa viagem inesquecível, com muitos quilómetros feitos, muitas coisas boas para recordar e para contar. Começamos no dia 22, numa viagem a Lisboa para ver a banda do senhor cá de casa. Fixem o nome, Motel Pantanal e vão lá espreitar as coisas que eles andam a fazer! Foram tocar às Festas de Corroios e digo-vos eu que sou da aldeia que nunca tinha visto uma feira tão grande. Apetece-me usar a expressão do JJ, é uma enormesidade!
Segue a viagem para sul de Espanha, Málaga. Quem diz que de Espanha nem bom vento nem bom casamento, não deve conhecer o mesmo que eu... Gente simpática, comida fabulosa e paisagens lindas. 
Um passeio até Marbella, Puerto Banus, com a sua fantástica marina e onde comi uma fabulosa pasta com salmão e pesto que vou relembrar durante muito tempo. 
Passagem obrigatória em Málaga é o imponente Mercado de Atarazanas. Com um vitral inconfundível, tem muito de tudo! Já tinha visitado antes mas numa segunda-feira, dia em que não há peixe. Desta vez, já a contar com isso, deixámos a visita para terça-feira e foi uma decisão mais que acertada! Perdi-me com tantas bancas de peixe e marisco. Os vendedores a apregoar e a cativar os clientes de uma forma fantástica. Tinha tudo um ar de que tinha mesmo acabado de chegar. O marisco vivo, muito dele capturado nas águas de Málaga. Os petiscos tradicionais como os boquerones (um peixe pequenino, parecido com a sardinha mas mais magrinho) e as sardinhas em azeite e vinagre ou em sal. Vimos um peixeiro a arranjar um tamboril em menos de 2 minutos. Fantástico! E as douradas... fiquei absoulutamente abismada com o seu tamanho. Enormes. Não resistimos a levar duas para o almoço e estavam deliciosas! Não posso deixar de falar dos enchidos e dos queijos, principalmente do manchego, o meu favorito. Não percam a oportunidade de comer uma sandes de manchego que servem habitualmente em qualquer café. Só há uma coisa que não é nem sequer comparável ao nosso... o Pão. Nuestros hermanos não têm pão como o nosso... e ainda bem, senão a combinação queijo bom com pão bom resultaria num bom par de quilos a mais!!
Passeámos na rua mais conhecida do centro de Málaga, Calle Larios, sempre com animação e fomos à Plaza de la Constitución comprar café a uma loja da Nespresso como deve ser e não como a de Coimbra... ali oferecem um café à escolha e o principezinho tomou o seu primeiro café (com leite)! Adorou, claro! A tomar "café" como os adultos!
A visita à Fundacion Picasso teve que ficar para a próxima. Também não visitámos a magnífica  Catedral porque já a tinhamos visitado em Março.
As praias de areia negra e águas quentes fizeram-nos recordar outros tempos do nosso Algarve... Descobri que os espanhóis vão para a praia à hora que eu regresso, por volta das 10-10.30h. Não podemos esquecer que a diferença de horário lá faz com que às 11h já não se possa estar na praia... pelo menos eu já não posso mas eles lá ficam, com crianças e idosos. Uma coisa fantástica que reparei é que as praias têm excelentes acessibilidades para deficientes ou pessoas com difilculdades de locomoção e têm um local próprio, com dois ou três técnicos (enfermeiros ou socorristas) a prestar auxilio permanente.
Em vez da bola de berlim, vendem na praia o pescaito (peixe frito) e bebidas. Eu levei uma Torta de aceite que a Marmita me disse para experimentar. Super estaladiças, com um leve sabor a azeite e anis, são completamente viciantes! Compram-se no Mercadona (ah! e aí também se encontram vagens de baunilla a 85 cêntimos e arandos a 1 euro e 25!).
Terminamos a viagem da melhor maneira, num restaurante fantástico El Envero, onde se come a melhor paella! Desta vez comi lobina grelhada mas antes, claro, o presunto e as sardinhas em vinagrette.
Não posso deixar de falar dos gelados artesanais Kalúa, com todos os sabores imaginários, com e sem açúcar. Podem encontrá-los em Málaga, Madrid e Buenos Aires.

Continua aqui e aqui.
Posts relacionados Plugin for WordPress, Blogger...